Hoje é dia 22 de agosto de 2018, estou reescrevendo a forma como vejo o mundo.

Entendia até ontem que precisava ser nos negócios milimetricamente igual ao que sou como pessoa. Claro que a pessoa que sou reflete no resultado do trabalho, mas hoje cedo, em um curso on line, percebi que havia uma outra forma de ver a minha relação com o cliente. Ainda tem uma boa dose de quem sou nesta relação, mas agora, principalmente, tem uma bela dose daquilo que quero que o cliente seja e receba de mim.

Missão

Partindo de um exercício de trocar de lugar com um observador externo a mim, percebi que minha missão de vida difere da minha missão de trabalho e relacionamento com as pessoas. Assim, consegui construir uma missão que considero ser neste momento a que melhor representa a minha relação com as pessoas.

Ajudo pessoas a pensarem fora da caixa e construírem sua própria história usando todos os seus potenciais para terem uma vida única e cheia de significados e experiências.

Valores

Valores representam exatamente quem somos quando agimos diante de situações que exigem decisões imediatas. Quando penso como pessoa e individuo, penso na minha relação com as pessoas com as quais me relaciono cotidianamente. Quando construo valores de um coletivo, amplio o meu leque e penso em alternativas que possam agradar de forma respeitosa e confiável ao cliente e a mim. Passa a existir uma relação saudável, o meu lado coletivo pensa da seguinte forma:

Respeito a individualidade de cada cliente tratando-o como o ser único que é.